Olho neles! As promessas do UFC Nashville

Selecionamos três atletas que podem roubar a cena no evento do próximo sábado
O mês de abril chega ao fim para o UFC no sábado (22), com o retorno à Cidade da Música norte-americana para o UFC Nashville: Swanson x Lobov, um evento de 13 lutas que tem uma enorme profundidade - algo que você percebe se observar bem o card e não se preocupar em achar os grandes nomes. 

CLIQUE AQUI e garanta já seu ingresso para o UFC 212, no Rio de Janeiro

John Dodson versus Eddie Wineland será uma luta incrível, assim como Joe Lauzon contra Stevie Ray, enquanto Brandon Moreno buscará a terceira vitória consecutiva no início de sua carreira do UFC quando enfrentar o veterano e favorito Dustin Ortiz.

E assim que a poeira baixar na Bridgestone Arena, sinto que teremos um punhado de grandes performances para discutir.

Aqui vai uma lista de competidores que você deve prestar atenção neste fim de semana. Olho neles!


Al Iaquinta

Da última vez que vimos "Raging Al", ele venceu uma decisão super justa contra Jorge Masvidal que legitimou sua posição como um talento top 10 do peso-leve. Os fãs não ficaram felizes com o resultado, e Iaquinta não ficou feliz com a decisão deles de vaiar, o que levou a uma memorável entrevista pós-luta.

Dois anos depois, o integrante da Serra-Longo Fight Team está de volta para encarar Diego Sanchez na segunda luta principal da noite.

Apesar de não haver maneira de saber o impacto que os 24 meses afastado terão em Iaquinta, o finalista do TUF deixou o octógono com uma sequência de quatro triunfos e vinha mostrando uma evolução constante a cada aparição.

Com mãos afiadas, bom wrestling e muita tenacidade, Iaquinta estava em posição para ser grande no peso-leve. Agora é a hora de ver se isso ainda é verdade.

Pontos de discussão do UFC Kansas City | Assine o Combate | Siga o canal do UFC no YouTube | Visite a UFC Store | Baixe o aplicativo do UFC

Cindy Dandois

Uma veterana que venceu a lendária Marloes Coenen em sua estreia profissional oito anos atrás, Dandois está em boa fase desde a derrota para a campeã do Invicta FC Tonya Evinger. Ela retornou com uma finalização sobre Megan Anderson, atual campeã peso-pena do evento, antes de vencer Jessamyn Duke rapidamente.

Agora, a "Battle Cat" terá a oportunidade de causar um impacto instantâneo no UFC, agora que fará sua estreia contra Alexis Davis.

A canadense voltou à ação em dezembro, depois do nascimento do filho, perdendo para Sara McMann, mas ainda é uma ameaça estabelecida e experiente para qualquer uma que tente subir no ranking.

Dandois só perdeu para as duas melhores peso-galos do Invicta FC: Evinger e Yana Kunitskaya. Agora é a hora de ver onde ela se encaixa entre o esquadrão de elite que existe no UFC.


Hector Sandoval

As primeiras impressões podem enganar no mundo da luta, já que existem diversos fatores que contribuem para o resultado que nem sempre estão tão em evidência entre as vitórias e derrotas no currículo de um atleta.

Sandoval foi finalizado em menos de dois minutos em sua estreia no UFC, mas a derrota veio em luta assinada de última hora contra Wilson Reis no UFC 210 - a primeira vez que o brasileiro estava escalado para enfrentar Demetrious Johnson pelo título dos moscas. Enfrentar Reis já é uma tarefa dura em um dia bom, e fica ainda mais desafiante com pouco tempo de preparação. O novato acabou derrotado.

Mas em sua próxima aparição, "Kid Alex" mostrou por que recebe tantos elogios de seus parceiros na Team Alpha Male, impondo o jogo sobre Fredy Serrano e conquistando a vitória por decisão unânime em frente ao público em Sacramento. Agora ele tentará a segunda consecutiva contra Matt Schnell na primeira luta da noite.

O peso-mosca segue um campo em aberto, e qualquer um que conseguir enfileirar algumas vitórias pode chegar rapidamente a uma luta importante. Será que Sandoval será um desses caras?
Sábado, Outubro 7
Las Vegas, Nevada

Midia

Recente
Brasileira fala do triunfo sobre Claudia Gadelha por decisão unânime dos jurados na luta co-principal do UFC Japão.
23/09/2017
Brasileiro comenta a vitória por finalização sobre Ulka Sasaki no UFC Japão e pede disputa pelo cinturão dos pesos-mosca.
23/09/2017
Ovince Saint Preux comenta a vitória por finalização sobre o veterano Yushin Okami na luta principal do UFC Japão.
23/09/2017
Brasileira fala da sua vitória sobre Claudinha Gadelha por decisão unânime na luta co-principal do UFC Japão.
23/09/2017