Chegou a hora de Demian Maia disputar o cinturão dos meio-médios do UFC!

Confira motivos que comprovam que o brasileiro merece o title-shot

Brasileiro com o maior número de vitórias no UFC, Demian Maia aumentou o recorde para 18 triunfos no último sábado, quando finalizou Carlos Condit na luta principal do UFC Vancouver.

E, como tem feito em seus últimos duelos, Demian não perdeu tempo para pedir uma chance de disputar o título da divisão até 77kg. Aqui listamos alguns motivos que indicam que está na hora de o brasileiro conseguir seu sonhado title-shot.



Vitórias seguidas

O triunfo sobre Carlos Condit foi o sexto seguido de Demian, a maior sequência dentre os meio-médios em atividade atualmente. Além disso, três lutas acabaram em finalização.

Mais UFC Vancouver: As finalizações de Demian | Demian Maia dá aula de jiu-jitsu | Felipe Silva faz estreia impecável | Bônus da noite



Nomes importantes

Demian não só tem uma sequência respeitável de vitórias, mas ela foi construída com nomes importantes da divisão até 77kg. Neil Magny é um atleta ranqueado, assim como Gunnar Nelson, já visto como uma das maiores promessas da categoria. Matt Brown é um veterano duríssimo, e Carlos Condit nada mais é do que o ex-campeão interino dos meio-médios, além de presença constante no top 5 do ranking.

Ou seja, Demian traçou o caminho mais longo: bateu promessas, nomes consolidados, e um dos melhores da divisão.



Idade

Diversos fatores indicam que Stephen Thompson será o próximo desafiante ao título dos meio-médios, mas na coletiva de imprensa realizada após o UFC Vancouver, Demian fez um apelo: que dessem logo o title-shot para "Wonderboy", ou que ele lutasse antes do norte-americano. Tudo porque a carreira de um lutador não é das mais longas e, aos 38 anos, o brasileiro já não tem mais o tempo a seu favor. 

>> Acesse M.ME/UFCBRASIL e receba as notícias do UFC no Messenger do Facebook

Watch Past Fights

Sábado, Outubro 21
Gdansk, Polônia

Midia

Recente
Relembre vitória por nocaute de Donald Cerrone sobre Rick Story no UFC 202, em 2016. O "Cowboy" volta ao octógono nesse sábado (21) para enfrentar Darren Till na luta principal do UFC Gdansk, na Polônia.
17/01/2017
Confira o que de melhor rolou na coletiva de imprensa realizada em Toronto, no Canadá, com as estrelas da luta principal do UFC 217, Michael Bisping e Georges St-Pierre, que se enfrentam no dia 4 de novembro no Madison Square Garden, em Nova York.
16/10/2017
Relembre alguns dos momentos mais marcantes do UFC 216, evento que aconteceu no último sábado (7), em Las Vegas.
11/10/2017
Após sofrer derrota em disputa de cinturão, brasileiro volta à ação no dia 28 de outubro, em sua cidade natal, São Paulo, quando enfrenta Colby Covington em duelo pelo peso meio-médio.
09/10/2017